Um simples desabafo

Sabe aquela história que não conseguimos enfrentar muitas coisas sozinhos. Que é sempre bom ter o apoio de quem amamos, dos nossos amigos e familiares. Pois bem, acho que vale também a máxima do quem não ajuda também não atrapalha.

Várias vezes já tive que me deparar com dois casos:

1) Você não pode isso ou não pode aquilo. Tem que se cuidar e blablabla.

2) Você exagera, essa doença não é o fim do mundo.

Não sei nem em que categoria encaixar os dois tipos de pessoa, que às vezes se juntam em uma pessoa só. Num dia acham que você não se cuida porque comeu um docinho. No outro acham que você exagera porque está agendando os médicos e os exames ou correndo atrás de seringas e insulinas.

Isso me cansa. Às vezes só quero menos ignorância e mais apoio. Mas se não dá, bem que podiam simplesmente calar a boca. Afinal, quem não ajuda também não precisa atrapalhar.

Humpft!!!

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Um comentário:

  1. É vdd Luana...seu desabafo eu entendo bem, sou mãe de um docinho de 5 anos, e não é fácil ficar ouvindo palpites... é como se tivéssemos que provar para alguém o tempo todo que estamos fazendo a coisa certa... e daí se errarmos? todo mundo erra, ninguém é perfeito...e na hora de ajudar..todo mundo some..bom, o importante e fazermos do nosso jeito..o resto..deixa pra lá..bjs

    ResponderExcluir