3ª blogagem coletiva - Diabetes no Brasil é dividida em classes?

Quando eu penso em Diabetes e dinheiro me vem duas vertentes à cabeça.

A primeira com relação ao momento em que se descobre a doença. Como diz o poster aí do lado,
ela realmente não escolhe quem atinge. Não adiante pensar que é porque é magrinho que você não corre nenhum risco, eu era. Não adianta pensar que é porque já envelheceu que se livro

u. Não adianta pensar nada. A Diabetes pode atingir qualquer um!!!

A segunda vertente é com relação ao tratamento. Manter a Diabetes sob controle é absurdamente caro. Eu diria mais, é abusivo!

Vou me usar como exemplo, e olha que sou dos mais baratos. Tenho diabetes tipo 1 e preciso medir pelo menos cinco vezes ao dia, tomar duas injeções de NPH e injeções de Humalog dependendo da glicemia.

O aparelho mais barato custa R$ 59,90, que é o Accu Check Active. Uma caixinha com 50 tirinhas para medir custa em média R$ 60. Uma caixinha com 25 lancetas custa em média R$ 20. Uma caixa com cinco refis de NPH, que dura um mês, custa R$ 130. Um refil de Humalog, que também dura um mês, mais uns R$ 35. Seringa de 8mm sai por uns R$ 20 com 10 unidades. Por mês, meus gastos seriam em média de R$ 525. Isso porque o meu tratamento ainda não é o mais adequado para o tipo 1.

Agora vamos pensar nas pessoas que ganham um salário mínimo ou menos!!! Aí você vai me dizer: mas tem o programa do Governo que dá os remédios de graça. E eu vou te responder: ele dá ALGUNS remédios de graça. Eu diria mais, ele dá tratamento para o tipo 2 de graça!

Para os outros, ou corre atrás por processo ou vai se virando com o que consegue. Dou graças a Deus que consigo algumas coisas de graça, mas fico com muita raiva das coisas que tenho que comprar. Felizmente, hoje em dia eu tenho condições. E quem não tem? Quando é que alguém vai perceber que diabético não VIVE sem medicação? Quando é que o governo vai distribuir gratuitamente tratamento para todos os tipos? Quando é que as empresas que produzem esses produtos vão deixar de ser tão interesseiras a ponto de baixar preços? Quando é que vão olhar para essa situação?

Eu torço para que seja logo. Torço para que não seja tarde demais. Torço para que muitos ainda estejam vivos quando estes momentos chegarem!

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

4 comentários:

  1. Luana, para nós, consumidores finais, o preço não abaixa mesmo! É sempre esse absurdo. Se tivesse que pagar, meu tratamento sairia em torno de uns R$900,00...Mas creio que para o governo, com certeza o preço seria outro...bem mais baixo do que sai para nós. Teriam que comprar em grandes quantidades, de ser "governo" e tals...Então o negócio é esse, o governo tem que fazer a parte dele, e da forma correta. Não o jeito quem sido... fornecendo alguns remedinhos e insulinas que não funcionam bem...Bj!

    ResponderExcluir
  2. Luana, tenho aqui guardado lancetas e seringas de 100un que não uso, sei que alguém pode até estar comprando as mesmas e gastando um dinheirão nisso então gostaria de doar a quem precisa, porem não sei como posso encontrar essa pessoa, venho aqui te perguntar se vc conhece alguém ou se sabe de algum lugar onde as pessoas colocam suas necessidades sei lá... Se puder me ajudar! Agradeço, bjinhosss Doces

    ResponderExcluir
  3. O que me deixa mais trsite em ser diabética são os gastos...
    Por mais que o governo d~e para algumas pessoas aparato ainda ñ é suficiente.

    ResponderExcluir
  4. Oiii...
    Moro em Campos dos Goytacazes, RJ. É a primeira vez q entro no seu blog e quero te parabenizar pela iniciativa. Concordo plenamente com vc. Ser diabético custa caro. Não sei se vc tem esta informação, mas se vc entrar com um processo judicial recebe todo seu tratamento gratuitamente, inclusive insulinas de última geração, de acordo com a prescrição médica, é claro.
    Uso a LEVEMIR como insulina basal e ela é bem cara e recebo desde 2006, pelo município, por causa de ter entrado contra o Município judicialmente para fazer valer o meu direito de ter um tratamento digno. Recebo hoje em dia mensalmente: 240 tiras teste (8 testes diários),240 lancetas, 6 refis de Levemir e 4 refis de Humalog. Se fosse para pagar ficaria mais de R$ 1.000,00 e não teria condições de manter. Procura um advogado ou até mesmo a defensoria pública do seu Município. O artigo 96 da Contituição determina que: "a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação". Corre atrás... Deus abençoe vc.

    ResponderExcluir