E a vida continua...

É, nem sempre temos tempo pra tudo e tem horas que a vida simplesmente embola...
Esse começo de ano está assim: EMBOLADO!

Muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e eu me descabelando pra dar conta.
Mas tô bem, Brasil! Esse aqui não é um post triste, é um post de quem, mesmo que não perfeitamente, está dando conta de tudo! Aeeee...

Janeiro foi louquinho. Muito trabalho, virose, niver da minha sister, plantão e ele foi tão rapidinho.

Aí eu achei que o pior já tinha passado, pelo menos até o meio do ano, mas não: mais trabalho, meu niver, plantão e um tal de cisto de ovário que resolveu aparecer. Dor, muita dor. Ida ao hospital. Exames pra descobrir o que era e boom lá estava ele. Um cisto de 4cm que me deixou com o ovário esquerdo com 33,6 cm³ quando o normal é no máximo 10.

Mais exames e enfim o veredicto. Não vou precisar tirar o benditinho, pelo menos por enquanto. A médica estranhou o fato de ter aparecido mesmo eu tomando anticoncepcional e ainda desse tamanho, mas vamos tratar com outro anticoncepcional. Apareceram ainda uns cistinhos nas mamas e pra isso eu vou tomar Vitamina E. A gineco ainda pediu pra eu dar uma passadinha na endocrino pra falar da mudança no anticoncepcional, mas de resto foi só.

Aí você me pergunta: avisar a endocrino sobre o anticoncepcional? Por que?
É, o anticoncepcional não é indicado para mulheres diabéticas, isso porque dependendo da quantidade de estrogênio e progesterona da pílula pode haver uma mudança na resistência à insulina, ou seja, pode ficar mais difícil pro corpo metabolizar a insulina que tomamos e aí vocês já imaginam como ficam as queridas glicemias (fonte: http://tiojuliao.diabetes.org.br/Dias_Betty/dicas/dica10.php).

Quando eu descobri a diabetes, tive que trocar o anticoncepcional. Usava o Alestra 20 e passei a tomar o Cerazzete, que é um anticoncepcional de baixa dosagem. Mas, com o advento do cisto, o quadro é outro. Ou seja, vou ter que tomar um anticoncepcional mais "forte", o que não é indicado pra DM, mas é o único jeito de tratar o cisto que não pode continuar crescendo.

Ufa, deu pra entender?

Pois é, tem coisas que são meio complicadas às vezes. Mas pra tudo dá-se um jeito. A diabetes está bem controlada. A última glicada deu 6% e mesmo que eu tenha descuidado um pouquinho nesse comecinho de ano, não vai alterar tanto. Portanto, dá pra tentar o tratamento. A gineco quer que eu tome por pelo menos seis meses, se mexer muito com as glicemias, ela falou para tomar só por três. O negócio é ir acompanhando tanto as glicemias quanto a possíveis dores por causa do cisto. E qualquer coisa gritar pra ela! Mas vai dar tudo certinho, sei disso!

Bjinhus

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Um comentário:

  1. O Luana cada coisa que aprece hein?!?
    Mas tb confio que tudo ficará bem, afinal vc está se cuidando!!
    Beijos e nos mantenha informadas!

    ResponderExcluir