Visita a endócrino

Oi, gente

Sexta passada foi dia de consulta na endócrino. Antes de mais nada, um remeber: na última consulta eu estava pesando 66 quilos (já tinha perdido dois), estava com a glicada em 6,1 (Ueba!) e meu exame de microalbuminúria (aquele para ver se os rins estão ok) tinha dado mais alto do que o normal.

Como na mesma semana do exame, no mesmo dia para ser mais precisa, eu tinha menstruado, a Dra. Cecília logo concluiu que a alteração no exame de urina (o último citado aí em cima) só poderia ser por causa disso. 

Concordamos, na época, que eu faria o exame novamente em três meses junto com os já esperados de sempre. E sobre a perda de peso continuar no mesmo esquema de tratamento e alimentação para ver se eu perdia mais dois quilos (meu objetivo era chegar nos 62).

Passaram-se três meses e eu fiquei mais enrolada do que o Batman! Primeiro fiquei super gripada, depois menstruada, depois espera cinco dias para fazer o exame de urina e blablabla... Consequência: fiz tudo só agora, quatro meses depois. Não que isso fosse mudar algo muito importante, mas queria tirar a dúvida do exame logo.

Pois bem, fiz os exames. E olha os resultados aí:
Esse aqui é o hemograma. Não entendo nem metade, mas está tudo certo, porque está tudo direitinho dentro dos valores de referência. O quadrinho aí em cima é comparativo e recupera todos os exames anteriores, o próprio laboratório que disponibiliza. Bem legal, né? Por ele dá para ver que não tive nenhuma alteração grande, o que é ótimo! ;)
Esse aqui eu gosto mais. Glicose jejum, 94, aí sim. Consegui manter a glicada em 6,1, ótimo! A tal da microalbuminúria, que tanto me preocupava, caiu para 3, ou seja, coletei o exame do jeito errado mesmo. O colesterol ruim caiu e olha que já estava ótimo. O bom se manteve (preciso fazer mais atividade física). Triglicérides subiu (beber menos). No geral, tudo beautiful! =D
E por fim, a tireóide. Ainda vou fazer um post sobre a tendência que as pessoas com diabetes tem de desenvolver distúrbios na tireóide, mas a priori é legal ver que o meu TSH saiu da linha de alerta e caiu para 3,5. Ufa!

Como vocês podem ver, só os resultados dos exames já eram mais do que suficientes para me deixar feliz. Mas aí fui me pesar e bam... 62,2 kg. Véi, pulei no consultório. Perdi quatro quilos em quatro meses e cheguei enfim ao peso que queria. Fiquei muito, muito feliz.

Ah, você quer saber como eu fiz isso. Basicamente duas coisas: nos lanches da tarde troquei bolachinhas, biscoitinhos e afins por frutas. Só frutas. Fui comendo o mesmo tanto de carboidrato para não dar hipo ou hiper (veja aí a importância e saber contá-los) e variei o máximo possível. Além disso, troquei um percurso de cinco minutos de ônibus por uma caminhada de quinze minutos todos os dias. Acreditam que fez toda essa diferença!

Espero que tenham gostado como eu gostei. Nesse caso sim, eu me dou nota 10!!!

Bjinhus

Luana Alves

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

4 comentários:

  1. Tudo ótimo Luana!!! Principalmente os quilinhos a menos...hehehe...Gostei dsa dicas ;)

    ResponderExcluir
  2. Brigadão, Dani! Fiquei passada de ver como funcionou! Agora é criar vergonha na cara e fazer uma atividade física de verdade!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Luana!Fico feliz por vc!
    grande abraço!
    visita o blog de minha filha e deixa um comentário,hehe!
    www.aminhadocemarcela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Luana!!! que bom!!!
    agora é só manter.
    Bjs

    ResponderExcluir