Um torcicolo e as mudanças nas glicemias

Olá, pessoal

Há uns 20 dias acordei travada. Um torcicolo do mal praticamente me impossibilitou de levantar da cama. Ô dorzinha ruim, não? Meu namorado, que na época ainda nem era namorado, não tinha aula na facul e veio me socorrer.

No hospital depois da radiografia tomei uma injeção de um relaxante muscular e sai com uma receita para dois remédios: Arcoxia e o Miosan CAF. O primeiro é um anti-inflamatório e o segundo um relaxante muscular.

Isso tudo aconteceu em uma sexta. No sábado comecei a tomar os remédios e no mesmo dia as glicemias subiram absurdamente dando 200 antes de comer e 300 depois. Nunca tive medições tão altas e me preocupei...

Já tinha lido muito sobre as mudanças que alguns remédios provocam. Eu sempre tomava um determinado remédio para cólicas menstruais, mas logo de cara percebi que ele me dava hipo. Então creditei aos remédios as altas glicêmicas.

Tomava mais humalog antes das refeições, mas depois dava sempre acima de 250. Antes de comer dando 200... Na segunda de manhã, parei de tomar os remédios. Fiquei chateada porque o pescoço ainda doía, mas entre a dor muscular e as hipers constantes tive que fazer uma opção rápida.

Enquanto não conseguia falar com a média, fui aumentando as doses de NPH também. Isso porque, mesmo sem o remédio as glicemias ainda não tinham voltado ao normal... Aumentei duas unidades de manhã e mais duas à tarde. Assim fiquei com média antes de comer entre 130 e 150 e pós-almoço entre 200 e 250. 

E aí comecei a estranhar... Parecia que as glicemias não queriam mais voltar ao normal mesmo que já tendo parado de tomar os remédios a mais de 48 horas... :(

Tinha melhorado, mas não o suficiente. Ao falar com a médica, na quarta-feira, expliquei a situação. E aí veio o baque: ela acha que a lua de mel está acabando. Para quem ainda não sabe: a lua de mel é a fase seguinte à descoberta da Diabetes. Nessa fase, o corpo reage bem a pouca insulina. Alguns chegam a diminuir tanto a quantidade de insulina tomada que chegam a acreditar estarem curados. (Só lembrando que não existe ainda cura para a Diabetes).

Eu sempre ouvi falar da lua de mel, mas até achava que talvez não tivesse tido essa fase. Sempre tive que tomar a mesma quantidade de insulina, por isso achava que se tinha rolado isso tinha sido tão rápido que eu nem tinha percebido. Outro fato é que a lua de mel dura em média um ano e eu já estava como o mesmo tratamento a quase dois... Mais coisas que levam meu pensamento de volta ao tipo Lada (em breve por aqui).

Aumentamos mais ainda as doses. Assim a NPH de manhã passou de 25 para 29 unidades e a dose à noite foi de 10 para 13.

Por enquanto, está dando certo. Já não tenho usado tanto a Humalog como de costume. Espero que continue assim! =)

Bjinhus

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário