[Você Viu] TV Record apresenta a série especial Diabetes Sem Neuras

Olá, pessoal

Hoje vou falar aqui sobre a série feita pela TV Record, no telejornal Jornal da Record, sobre diabetes. Eu não pude acompanhar quando estava passando, mas hoje parei com calma e assisti todos os episódios.

Vamos lá!

O primeiro episódio fala sobre o pâncreas artificial. Um novo equipamento que está sendo desenvolvido na Inglaterra e que promete acabar com os testes, injeções e catéteres. Parece muito bom! Os testes em humanos devem começar somente em 2016, então deve demorar para chegar por aqui. Mas o que mais me impressionou no episódio foi o tamanho da Maria Cecília e como ela lida muito bem com a DM1. Só fiquei meio assim com a informação de que com a bomba ela só precisa medir a glicemia duas vezes por dia. A realidade não é bem assim pois mesmo com a bomba é preciso medir várias vezes, mas acredito que seja porque ela usa um sensor.

O segundo episódio foi indo bem até a entrevista com o médico. O foco era explicar que não é o açúcar que causa a diabetes do tipo 2, mas sim a obesidade. Aí o repórter faz uma visita as mamas do Brás e o foco se perde. Dá pra entender que ele queria mostrar que as mamas comem muita massa e gordura, estão obesas e por isso tem problemas de saúde. Mas não mostra isso exatamente, fico muito subentendido. Então achei que faltou uma explicação melhor. Destaque para os pés super inchados de uma das mamas. Assustador.

diabetes, tv record, jornal da record, série especial


O terceiro episódio é bem mais bacana e mais realista do que o primeiro, por exemplo. Fala basicamente de duas novas insulinas: a de 40 horas, que está chegando no Brasil, e a insulina em comprimido, que está começando a ser testada em Israel. Não vou me deter aqui a detalhes como custo, distribuição gratuita pelo governo e etc. Quero ressaltar apenas que qualquer nova tecnologia é sempre bem vinda. E vamos aguardar, sempre na torcida!

O quarto e último episódio é bem simplista e reforça a importância de fazer atividade física. No entanto, não mostra que tipos de atividade fazer, que médico consultar ainda ou ainda a os benefícios dessa prática no tratamento.

Minha opinião sobre a série inteira: podia ter abordado mais coisas e de maneira muito melhor. Acho que simplificaram demais algumas coisas e algumas informações ficaram perdidas. Mas de qualquer forma deixo aí os links para que vocês mesmos assistam e tirem suas conclusões.

Até a próxima!


Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário