[Pelo Mundo] O que eu preciso fazer para entrar com os medicamentos nos EUA?

Oi, gente

Desde que eu disse que ia viajar, essa é uma das perguntas que mais tem sido feita pra mim. Aqui nesse post eu já falei um pouco sobre as quantidades que devem ser levadas, como fazer o transporte e até como acomodar as insulinas em hostel.

Hoje vou falar sobre o que é preciso levar para entrar tranquilamente com insumos e medicamentos em outro país, no caso nos Estados Unidos. E vou começar te tranquilizando: MUITO POUCO!

Acredite ele nem causam problemas a não ser que você esteja levando faca, alicate... Hahahaha

É isso mesmo! Mas vamos ao recomendável, ou seja, não é porque aparentemente eles não ligam que você vai encher a mala de coisas e ir que nem doido pro aeroporto.



Vamos a listinha:

1) Leve um relatório do seu médico. Nesse relatório é preciso especificar o tipo de diabetes, o que o paciente está levando (insulina, agulhas, seringas, etc), se possível o CID da doença e ainda dizendo que você pode precisar se aplicar insulina durante o vôo (em português e inglês)

2) Tenha receita de todos os seus medicamentos (em português e inglês).

3) Tire duas cópias dos dois documentos citados anteriormente e coloque uma com os insumos e outra junto com o passaporte.

4) É bacana também levar uma listagem de tudo o que está levando com as quantidades e datas de validade. Assim fica mais fácil responder caso alguém pergunte na alfândega.

Aí você vai me perguntar se realmente precisa de tudo. E eu vou responder: nunca me pediram.

Esse foi o segundo ano que fui aos Estados Unidos. Na primeira vez levei tudo em português e inglês bonitinho e não pediram. Dessa vez levei só em português e também não tive problema.

Mas o que eu aconselho: leve tudo direitinho, porque nunca se sabe o que pode acontecer. Se acontecer algo e você precisar comprar insulina, por exemplo, não poderá fazer isso sem uma receita em inglês. Melhor prevenir do que remediar, né?

E lembro que é bom sempre levar todos os insumos e insulinas na bagagem de mão, dentro do avião. Vai que extraviam sua bagagem! Melhor correr atrás de roupa do que de remédios.

Sem falar ainda no bom senso e na boa educação, se vai sentar ao lado de estranhos e tiver que medir ou aplicar insulina explique o que está fazendo para a pessoa do lado. Às vezes um simples, "I have diabetes and have to check my blood sugar" pode evitar qualquer problema.

Não sabe pronunciar? Eu ajudo: Ai reve daiabitis end réve to check mai blàde chugar"... \o/

Mais sobre a viagem aqui!

E aí, vai viajar? Dê suas dicas aqui nos comentários!

Até a próxima!

Fontes:
http://www.adiabc.org.br/website/index.php?option=com_content&view=article&id=188:dicas-para-portador-de-diabetes-ao-viajar&catid=39:artigos-e-noticias&Itemid=92
http://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-diabetes-e-viagem/

Luana Alves

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

2 comentários:

  1. Luana, boa tarde, Preciso levar insulina para uma amiga que mora nos EUA. Como fazer este transporte se nao sou a pessoa que usara?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Wanna. Normalmente eles não questionam para quem é o transporte da insulina. Mas creio que levando junto uma receita no nome da pessoa não deve ser um problema. Mas em todo o caso, entre em contato com o consulado e com a companhia aérea que eles podem esclarecer melhor. Boa viagem!

      Excluir