[Pelo Mundo] One Walk: a caminhada pela cura

Olá, pessoal

Cá estou de volta para falar mais um pouquinho sobre minha passagem pelos Estados Unidos. Ainda falando sobre a JDRF, que já citei muito aqui no blog, dessa vez o post foca no carro chefe deles: a One Walk.

O conceito do projeto é bem fácil: eles juntam uma galera, que paga US$ 20 cada para participar e eles fazem uma caminhada.

Parece muito simples, mas é muito grande!

Todos os anos as caminhadas movimentam em média 900 mil pessoas em mais ou menos 200 caminhadas em várias cidades do país. São pacientes, amigos, colegas de trabalho, familiares... Pessoas que acreditam que pode existir no futuro um mundo sem diabetes tipo 1.

As pessoas formam times, que podem ser familiares ou corporativos, e vão chamando os conhecidos para participar. O conceito de time foi criado com o intuito de aumentar o número de participantes e o dinheiro arrecadado, além é claro de possibilitar que as pessoas participem da caminhada ao lado de amigos, o que torna a experiência mais prazerosa.

Todo o dinheiro arrecadado é investido em pesquisas para cura e a melhora da qualidade de vida das pessoas com diabetes. Hoje são seis frentes: pâncreas artificial, reversão de complicações, encapsulamento de células beta, insulina inteligente, restauração do sistema danificado pela doença autoimune e prevenção (vacina).

One Walk JDRF - Caminhada pela cura da diabetes
Foto by JDRF

Eu voltei me perguntando porque não temos algo assim no Brasil. Aqui o dinheiro poderia ser investido em associações, linhas de pesquisa como a das células-tronco da USP de Ribeirão ou ainda em doações de insumos e medicamentos para pacientes em áreas carentes e de risco. Será que podemos? Será que conseguimos? Por que não?

Eu vou falar nos próximos posts mais sobre essas linhas de pesquisas. E tenham certeza, é inspirador! Logo logo por aqui!

Até a próxima!

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário