E o alívio de ver a glicada baixar!

Há meses que eu só via a glicada subir. Parecia que tudo o que eu fazia não adiantava de nada, até que a última consulta com a minha médica rendeu uma conversa de mais de quarenta minutos...

Eu estava chateada, queria mudar o tratamento, achava que a insulina não estava funcionando, mas também sabia que eu não estava sendo mais tão cuidadosa como costumava ser.

Minha médica e toda a sua calma (ela tem uma coisa meio zen) perguntou:
- O que está errado?
- Eu não sei, respondi.
- Sabe sim, você sempre soube, sempre foi uma das minhas melhores pacientes. O que está acontecendo?, perguntou de novo

E aí eu botei tudo pra fora. O cansaço, o cliente impaciente, a falta de tempo, o stress, o saco cheio. A impressão é que eu tinha acumulado muita coisa ao longo do último ano e que estava colhendo os frutos: podres.

Percebi que não era só a diabetes que estava indo pro brejo, meu corpo todo estava cobrando. Dores de cabeça, dores no corpo, crises de gastrite e, é claro, glicemias altas. Todo esse tempo só me enchendo de carga negativa estava me fazendo mal.

E foi quando a médica disse: você precisa cuidar de você, das suas energias. Você precisa fazer as coisas no horário, ter rotina e não se afetar tanto por outras tantas coisas.

Ela pediu que eu refizesse o exame em dois meses e eu sai de lá com a promessa pra mim mesma de me acalmar. Comecei na mesma semana a meditar e investi em chás calmantes e para o estômago. Também me esforcei mais para ir na academia.


Me organizei mais, medindo mais e tomando as doses de insulina com mais cuidado. Aos poucos fui vendo a diferença no dia a dia, aos poucos as coisas foram entrando nos eixos de novos. O controle glicêmico voltou a ter mais verdes, eu fiquei mais tranquila e chegou o dia de fazer o exame.

Minha única oração: que seja menor do que 8,6, por favor, por favor! E então saiu o resultado: 7,9! 7,9!!!!

Fiquei muito feliz! Primeiro porque não foi um esforço focado na glicada, eu queria mais qualidade de vida e consegui! Segundo, porque eu vi que não era a insulina que não funcionava, era eu mesma que estava pifando e que isso é muito mais fácil de botar de volta no lugar!

E assim eu começo outubro, mais leve! E que venham as férias e o mochilão! Vai ser bom demais!

Luana Alves

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

3 comentários:

  1. Olá Luana, que bom que você conseguiu, por conta disso resolvi voltar a academia e meditar também... voltei pra acupuntura até! Mas me diga melhorou aí esses números? Rsrs fique sempre bem!

    ResponderExcluir
  2. Olá Luana, que bom que você conseguiu, por conta disso resolvi voltar a academia e meditar também... voltei pra acupuntura até! Mas me diga melhorou aí esses números? Rsrs fique sempre bem!

    ResponderExcluir
  3. Olá Luana, que bom que você conseguiu, por conta disso resolvi voltar a academia e meditar também... voltei pra acupuntura até! Mas me diga melhorou aí esses números? Rsrs fique sempre bem!

    ResponderExcluir