[Mochilando] Salkantay Trek - Preparação


A gente toma decisões na vida por diversos motivos... Porque precisa fazer algo diferente, porque precisa de um upgrade, porque precisa de uma mudança ou simplesmente porque acha que a vida é muita curta pra não fazer nada. Meu caso é o último...

Um dia decidi fazer um novo mochilão, uma nova experiência depois de ter descoberto a diabetes. Para quem não sabe, quando eu descobri a doença eu voltava de um mochilão pelo Uruguai e pela Argentina e por um momento pensei que jamais faria isso novamente.

Mas o tempo e o aprendizado me mostraram que isso seria possível sim e então voltou à tona o plano de conhecer o Peru, a Bolívia e o Chile em uma tacada só. E aos poucos o projeto foi se tornando real, mais real ainda quando o meu primo Leandro topou entrar nessa comigo.

Num primeiro momento, não falarei da viagem toda, mas sim de um grande desafio que ele me propôs: fazer a trilha Salkantay, uma trilha de cinco noites e quatro dias pelas montanhas peruanas de Cusco até Machupichu.

Assim simplesmente já parece difícil, mas eu ainda tinha algumas coisas com as quais me preocupar: altitude, média de 15 km pra andar por dia, insulina, glicemia, comida...

Mapa mostrando toda a trilha - o trecho que iríamos percorrer é a linha verde
Corri pra academia para melhorar meu condicionamento o máximo possível, conversei com a minha médica, li bastante... Planejei dois dias de aclimatação em Cusco, conversei com o pessoal do hostel pra deixar a insulina que eu não ia usar lá... Fiz um bom seguro viagem. Ou seja, pensei em tudo o que eu podia fazer pra me sair o melhor possível na tal trilha doida inca...

Dando um passeio em Cusco para aclimatar!

Relacionado a diabetes a principal mudança foi diminuir a basal. Depois de conversar com a minha médica, decidi que no primeiro dia apenas corrigiria com Humalog e observaria como ficaria. Também definimos que por conta do esforço o preferível era deixar a glicemia mais alta (na casa dos 200). E também prestei atenção pra levar a quantidade suficiente de insulina nas duas canetas, além de um tubo extra de tirinhas e muitas comidinhas...

Ladeiras cusqueñas: não poderia haver treino melhor!
Achei que lidar com a diabetes nesses cinco dias nas montanhas seria o meu maior desafio... Mas...

Aproveitando, eu usei esse seguro viagem aqui. Clicando na imagem e usando o cupom você ganha 15% de desconto!


Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário