Visitinha a ADJ

Olá, pessoal

Na última sexta fui na ADJ para uma consulta com a querida nutricionista Fernanda. Pessoinha mais fofa desse mundo.

Antes de passar com ela, fui dar um super beijo na Marisa que organiza o voluntariado de lá.

A1C Now: teste de hemoglobina glicada
em cinco minutos
Voltando a consulta, a Fernanda antes de qualquer coisa mediu minha hemoglobina glicada com o A1C Now da Bayer. Ô coisinha legal.

O aparelho é super prático e realiza o teste em cinco minutinhos. Por enquanto, ele só é vendido para profissionais em caixinhas com dez testes. Depois é tudo descartado, inclusive o aparelho.

Confesso que fiquei meio ansiosa, achei minha glicemia tinha aumentado graças as viroses, remédios pro cisto e tudo o mais. Sem falar é claro de um certo descontrolezinho que acaba acontecendo aqui ou ali. Mas... deu 6,2%, o que é ótimo!!!

Fiquei muito feliz. A glicemia em jejum de 83. Bão demais, né não?

Smart Pix: gráficos das glicemias direto
na telinha do computador


Na consulta ela baixou meus testes do Active pelo Smart Pix da Accu Check.

Todos os dados vão para um programinha que monta gráficos que avaliam as glicemias pelos horários. Eu sei que eu tenho um gráfico lindo e maravilhoso, mas eu não tive tempo de imprimir, então usamos esse mesmo...

A Fê gostou de tudo. Disse que estou chegando com bons resultados antes das refeições e que as hipers que rolam às vezes no pós-refeição não estão alterando a glicada, portanto continua como está.

Falei da atividade física e de como ela mexe com a glicemia e ela disse pra ficar atenta com a quantidade de insulina e diminuir se sentir que as hipos estão aumentando.

Então o negócio é medir cada vez mais e ficar bem atenta aos resultados. E resumindo: está tudo bem, bebê. Continuo mandando bem e vamos que vamos.
A Fernanda ainda me doou uns saches de glicose sabor morando para corrigir hipos. O sanchês vão ser bem legais para levar nas caminhadas, já que cada sache vale por umas cinco balas. É só morder a pontinha e chupar. Só é preciso um para corrigir hipos de até 50. E dois para menos do que isso. Bacana, né?

Sachê de glicose: mais prático!

Ah, e sobre o Carnaval. Achei difícil administrar, até porque curti demais, mas acho que no geral não tive glicemias muito absurdas. A mais alta foi 305 num pós-almoço, logo corrigida. O que mais me atrapalhou não foi nem comida e bebida, mas sim horários. Troquei a noite pelo dia e por isso media em horários errados, o que me confundiu. Mas nada assustador. Fica o aprendizado.

Bjinhus

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário