Consulta com a endócrino

Oi, gente
Tudo bem por aí?

Hoje vim falar sobre minha consulta com a endócrino na semana passada.

Primeiro que eu já estava com um baita atraso nessa consulta, era para ter ido há uns dois meses, mas a correria acabou me atrapalhando...

Enfim, só tenho a dizer que a coisa está complicada...

Eu sei que sempre fui meio rígida comigo mesma, mas desde o mês retrasado (julho) que tenho tido muitas glicemias maiores de 200 e 300...

Além disso minha glicada voltou a subir e chegou a 7,6% de novo...

Tentei várias coisas por conta própria, mas parecia que nada adiantava...

Aumentei a NPH e tive hipos. Tentei comer menos, mas o stress não ajudou. Tentei voltar pra academia, mas a correria atrapalhou...

Então tem horas que você tem que aceitar que não está dando conta e sentar para um papo franco com a médica.

E foi isso que eu fiz. Sentei no divã, ou melhor, no consultório da Dra. Cecília e desabafei. Falei sobre a correria, o stress, a má alimentação, os horários desregulados, tudo!

A primeira indicação dela foi: corra menos, trabalhe menos. Mas, a gente sabe que isso nem sempre é uma opção. Expliquei que na minha profissão tem épocas mais corridas e que essa é uma delas. E que eu não poderia simplesmente diminuir o ritmo.

Então partimos para o plano B: mexer nas medicações.

Primeiro decidimos que farei contagem de tudo que eu como. E que vou corrigir em uma unidade para cada 50g de carboidratos. Não é menos porque eu tomo NPH que tem picos. Se tomar o certinho pro meu fator de sensibilidade, que seria uma unidade para cada 25 gramas, nos picos eu teria hipos. Contar tudo porque normalmente não conto, exatamente por causa dos picos da NPH. Tento sempre comer mais ou menos as mesmas quantidades, mas contar mesmo era mais para substituir uma coisa por outra...

Mantivemos as quantidades de NPH e aumentamos os comprimidos de Glifage XR 500 (metformina). Esse último foi porque estou com a sensação de que a insulina não tem funcionado como deveria e ela concluiu que poder ser por causa do cortisol que nosso corpo libera quando estamos estressados. A metformina deve portanto cortar um pouco o efeito do cortisol.

Estou nesse esquema desde o dia da consulta e já vi umas melhoras. Não tive nenhuma glicemia acima dos 300, mas ainda tem algumas acima do 200. Aos poucos as coisas vão se ajeitando. Essa semana pretendo voltar para a academia. Torçam para que eu consiga! Hahahaha

De resto tudo ótimo! Os exames da tireóide estavam super normais. Colesterol então uma maravilha!

E vamos que vamos, né? Afinal quem nunca teve desses momentos de loucura e correria... Já aconteceu isso com vocês?

Bjinhus!

Luana Alves

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

2 comentários:

  1. Luana, estou tomando uns fitoterápicos que ajudam super no controle que a nutri me passou, inclusive ajudam tb na redução das doses de insulina (cromo quelato, zinco, biotina, vanádio...) Acho que vale a pena viu...Dá uma perguntada pra sua médica ;) Bjsss

    ResponderExcluir