#DiabetesLA: Dia Mundial do Diabetes, o que temos para comemorar?

Feliz Dia Mundial da Diabetes, é o que deveríamos comemorar caso o número de casos estivesse diminuindo, caso todos tivessem tratamento decente gratuitamente, caso todos os médicos soubessem orientar adequadamente, caso todos soubessem o que é e como trata a diabetes, caso todos soubessem que diabetes não é um bicho de sete cabeças. Mas sabemos que não é bem assim e que estamos cada vez mais longe disso.


No próximo mês, a IDF irá publicar o Diabetes Atlas, um levantamento do total de casos de diabetes no mundo e perspectiva para o futuro. Mas eles já adiantaram alguns dados, que são alarmantes!

Atualmente, 1 em cada 11 adultos tem diabetes. No total, são 415 milhões de casos. Em 2014, esse número deve chegar a 642 milhões de casos, ou seja, 1 adulto em cada dez!



Outro dado aponta ainda um nascimento a cada 7 é afetado pela diabetes gestacional:


E o mais preocupante de todos: a cada seis segundos uma pessoa morre em decorrência de complicações relacionadas a diabetes. São 5 milhões de mortes por ano!


E a gente continua vendo os números piorarem, as pessoas ignorarem o assunto, a mídia não abordar o tema adequadamente... Enquanto isso, as pessoas morrem! Morrem mesmo! Enquanto você leu esse post uma pessoa morreu, isso se você leu bem rápido.

Então o que comemorar? O que fazer? Como mudar esse cenário? Nós, do #DiabetesLA, estamos com ações em nossos países na esperança de um futuro melhor. No Chile, o #BombadeInsulinaalAUGE busca melhorar o acesso a tratamento mais eficientes, como a bomba, claro. No México, com o mesmo objetivo o #tratamientoCompletoDT1 busca coisa semelhante.

Aqui lancei o Mapa do Descaso Diabetes Brasil (#MapadoDescasoDMBR) que pretende reunir depoimentos de pessoas com diabetes que sofreram algum tipo de descaso na orientação ou acesso ao tratamento. Vale falta de insumos, erros médicos, mau atendimento em hospitais, tudo! Se você acha que em algum momento não foi bem tratado, dê seu depoimento acessando esse link. Mais informações aqui!

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário