Ciclo do Palhaço: Paga os impostos, não recebe os insumos, vai na farmácia e paga mais impostos ainda! Até quando?


Você sabia que tudo o que o brasileiro trabalhou neste ano até 1º de junho foi apenas para pagar impostos, taxas e contribuições? Isso é o que apontou um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Segundo o instituto, em 2016 o brasileiro teria que trabalhar 153 dias, o que equivale a cinco meses e um dia, apenas para pagar impostos.

O Brasil é o oitavo país do mundo em cobrança de tributos. E você sabe para onde vai esse dinheiro? Entre outras coisas, o objetivo principal da cobrança de impostos é basicamente fazer com que o cidadão contribua financeiramente com serviços que utiliza frequentemente, como saúde e transporte público.

Alguns exemplos, são o Imposto de Renda (aquele que sai todos os meses do nosso salário) e o ICMS embutido em contas de luz, por exemplo, que tem influência direta em investimentos e financiamento da saúde.

O primeiro é destinado para o financiamento de projetos de saúde, de educação e programas sociais e equivale a um desconto de no mínimo 7,5% do que você recebe todo mês pelo seu trabalho suado. Sim, você trabalhou, o dindin deveria ser seu, mas é descontado para pagar serviços pelos quais você deveria ter direito.

Já o ICMS se destina ao atendimento de exigências sociais e melhorias dos serviços públicos, tais como educação, saúde e segurança. Em um conta de luz de uns R$ 370 reais, pouco mais de R$ 90 vai para o governo por meio deste tributo.


Aí você pensa: "Poxa, já que ajudo tanto o governo, ele deve me prover pelo menos o mínimo". Mas não é bem assim. De acordo com a legislação, paciente com diabetes tem direito a receber tiras reagentes em quantidade suficiente receitada pelo médico. Aí você chega lá no posto de saúde e não tem as tais tiras por N motivos que muitas vezes sequer são explicados. Você junta uns trocados e vai na farmácia comprar. Paga R$ 33 por 10 tiras, o suficiente para dois dias se usar economizando. Olha a nota e percebe que está pagando 25% do valor em impostos:


Ou compra insulina e percebe o mesmo:



Aí eu te pergunto: VOCÊ JÁ NÃO TINHA PAGO OS IMPOSTOS? PARA ONDE FOI O DINHEIRO DOS SEUS CINCO MESES E UM DIA DE TRABALHO?

É como se você desse dinheiro para um amigo ir no mercado comprar a bolacha que você adora, ele volta sem a bolacha e não te devolve o dinheiro. Aí você vai na farmácia e compra você mesmo a bolacha. E com isso você perdeu duas vezes o valor do produto.

Só que não é o seu amigo e nem um simples pacote de bolacha, é o governo, que tem a obrigação de administrar bem o dinheiro que você dá a ele mensalmente, e os medicamentos que vão te manter vivos e que na maioria dos casos custam umas dez vezes o valor de uma bolacha.

Então eu questiono: está certo ficar calado com relação a isso???

Com o objetivo de chamar a atenção do governo para casos de falta de medicamentos, para que melhores políticas públicas sejam feitas, foi criado o Mapa do Descaso, formulário online, gratuito e rápido de responder onde é possível denunciar esses casos. Quando chegarmos a mil depoimentos será possível criar um dossiê para ser encaminhado ao Ministério da Saúde junto com uma carta pública pedindo providências!

Você já ficou sem seus medicamentos, tiras, seringas, insumos? Denuncia no link bit.ly/mapadodescaso (funciona também no celular). Participe, compartilhe!!! Quanto mais gente participar, maiores as chances de sermos ouvidos.

Fontes: 
http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/05/31/brasileiro-trabalhara-ate-amanha-so-para-pagar-impostos-em-2016-diz-estudo.htm
https://financaspessoais.organizze.com.br/afinal-para-onde-vao-os-impostos-que-pagamos/


Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário