#DomandoaDiabetes: Os 3 Rs para não cair no Diabetes Burnout

diabetes, burnout, domando a diabetes


Já vimos aqui no blog o que é Diabetes Burnout e quais os principais sintomas. Teve ainda nove dicas de ouro para você sair dessa, caso esteja passando por esse momento.

E esta semana falo sobre os Rs que vão te ajudar sempre, se isso tudo voltar!

Reconhecimento


É saber reconhecer os sintomas, os sinais de alerta e de esgotamento. "Quando não identificado, explicado e entendido, diabetes burnout pode ser muito destrutivo e até levar a morte", é o que explicam os pesquisadores Mirela Culman, Cristian Guja, Rucsandra Dănciulescu Miulescu e Carmen Dobjanschi que publicaram o Diabetes Burnout Review na The Publish House of the Romanian Academy.

Eles falam ainda que o burnout pode ter sintomas e significados diferentes em cada paciente e que é preciso ficar atento aos diferentes sinais. E acrescentam que, de acordo com pesquisa feita por eles no Instituto Nicolae Paulescu, 25% do pacientes com diabetes reportam níveis moderados ou altos de exaustão.

Reversão


Reverter significa desfazer os danos causados gerenciando o stress e buscando apoio. E aqui vale reler o segundo post do Domando que dá nove dicas para lidar com o Diabetes Burnout!

Resiliência


Por fim, é importante construir resiliência ao stress cuidando da saúde física e mental. "Resiliência é o processo de se adaptar bem diante das adversidades, traumas, tragédias, ameaças ou fontes significativas de estresse - como problemas familiares, de relacionamento, de saúde ou locais de trabalho e financeiros", explicam os pesquisadores. Ou seja, se recuperar, voltar uns passos atrás a quem você era.

Eles ainda acrescentam que resiliência é um termo que vem da navegação e que significa salvar um marinheiro que caiu no mar. Salvar nós mesmos quando nos perdemos!

Ficando atento a esses três pontos ou você nunca mais cairá no diabetes burnout ou sairá dessa rapidinho!

Fonte:
http://www.acad.ro/sectii2002/proceedingsChemistry/doc2016-1/art04Culman.pdf

Unknown

Tenho mania de escrever e de ver sempre o lado bom das coisas. Com diabetes desde 2010, acredito que uma vida controlada e divertida é possível sim. Jornalista, creio que posso ajudar os outros a acreditar também. Que saber mais sobre mim? Clica aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário